TOP dicas para aproveitar seu tempo!

*Este texto é parte do livro "Gerenciando seu Tempo", de Vanessa Tacchi

É isso: 24 horas por dia é o tempo que cada um de nós tem para desempenhar nossas atividades. Para alguns, os "produtivos", que sabem aproveitar seu tempo, este parece sobrar. Enquanto para outros, ele parece "voar", passa sem sequer deixar vestígios.

Mas por que isso acontece?

Diversas são as respostas. Desde complexas teorias de física quântica até estudos de rotina e percepção de tempo. Mas todas passam pelo fato de que a maneira como investimos ou desperdiçamos o tempo influi diretamente na produtividade de nossos minutos e na qualidade de nossa vida.

E isso é bastante fácil de ser constatado.

Observe: Um estudante com a prova final agendada tem mais chances de ter bons resultados se dedicar seu tempo estudando ao longo da semana, em vez de dedicar seu tempo ao videogame. Aproveitar seu tempo é a chave para bons resultados.

Desse modo, Carl Honoré, em seu livro Devagar, defende a ideia de que "poderíamos viver melhor trocando lanchonetes por banquetes caseiros, fazendo amor gostoso e demorado e não um sexo rápido, e parando de dirigir como pilotos de Fórmula 1". Segundo ele, para os ocidentais, o tempo é linear e nunca volta.

Por isso, queremos ter a sensação de que estamos tirando o máximo proveito dele. E a única solução que encontramos é acelerá-lo, o que é um equívoco.

A resposta desse dilema é qualidade, não quantidade.

Recordo de uma história contada pelo professor Hernani Luiz Brinati, na colação de grau da Engenharia Poli, em 2019, que viu na mesa de um indiano a seguinte frase: "Will this days be called the good old time?" (Será que chamaremos esse tempo de bons, velhos tempos?). Aproveitar seu tempo bom é tarefa que cabe a cada um de nós.

Desde a Revolução Industrial, muitas atividades rotineiras foram agilizadas. Compare, por exemplo, o tempo que Napoleão levava para se deslocar até algum lugar utilizando um cavalo ao tempo que levamos hoje, de trem ou avião. E assim, buscamos sempre a opção que nos entregue resultados no menor tempo possível, e, mesmo assim, estamos cada vez mais com a sensação de perder tempo.

E inconscientemente, somos levados a acreditar que, quanto mais rápido, melhor. Com isso, estamos cada vez mais dominados pelo tédio, pressa e ansiedade. Justamente por não saber aproveitar seu tempo.

Com base nas ideias de Sérgio Gwercman, ex-diretor de redação da revista Superinteressante e, hoje, CEO da Infomoney, listo os principais problemas da vida acelerada:

Prejudicar as relações afetivas, com familiares e amigos, por estar muito apressado ou distraído para se envolver profundamente com outras pessoas.

Engordar ao comer alimentos processados e altamente calóricos.

Viver de maneira imediatista, sem foco em resultados a longo prazo. Sem aproveitar seu tempo em coisas produtivas.

Ter ideias pouco criativas, moldadas em exemplos comuns, mais rápidas de serem criadas e acessadas.

Deixar de ter prazer com comida, sexo e hobbies por realizar tais atividades rápido demais.

Correr demais com as tarefas, cometendo erros frequentes.

Não focar o presente e viver ansioso e preocupado com o futuro, sem poder ter controle sobre este.

E dicas para aproveitar seu tempo mais devagar:

Diariamente, separe tempo para desligar toda a tecnologia que nos cerca - internet, celulares, televisão. Aproveite para se sentar sozinho com seus pensamentos.

Observe sua velocidade durante o dia. Por força do hábito, fazemos algumas coisas mais rápido do que precisamos.

Deixe buracos na agenda e não preencha todos os momentos do dia com atividades. Resista à tentação de fazer mais e mais e tente fazer menos, porém com mais qualidade.

Realize as refeições na mesa em vez de comer assistindo à televisão ou com outra distração conjunta.

Encontre um hobby que desacelere sua rotina, como pintar, montar quebra-cabeça, caminhar ou fazer ioga.

Aprenda a dizer não para atividades que não queira fazer ou que não lhe trarão resultados.

Valorize as pessoas que você ama. Deixe-as saberem disso e aproveite cada minuto ao lado delas, sem outras distrações.

E baseados nessa "vida mais devagar", por ironia do destino, um vírus nos forçou a adotar essa forma de vida. Muitas pessoas agora se voltam para suas famílias, trabalham de casa, e, no princípio, isso chega até a dar a impressão de trazer mais tempo livre a nossas vidas.

Como aproveitar seu tempo?

Mas será que realmente soubemos aproveitar esse tempo trazendo mais harmonia e mais tempo de qualidade com nossa família? Será que dedicamos esse tempo à realização de nossos projetos e executamos um plano de ação que nos aproximasse de nossos objetivos? Aceleramos os resultados com exercícios físicos, ou nos estudos?

Muitos, infelizmente, não estão aproveitando dessa maneira e reclamam do tempo ocioso, que não têm mais filmes para assistir, estão cansados de seus relacionamentos e de fazer as lições com os filhos etc.

Pois é... O tempo é o recurso mais disponível que temos.

Invariavelmente, todos os dias, recebemos gratuitamente 24 horas, mas, na maioria das vezes, não as utilizamos a nosso favor.

Então, na verdade, o problema não está na falta de tempo, mas na ausência ou na inabilidade do gerenciamento de tempo.

Utilizamos cookies para analisar a sua interação com o nosso site e assim poder oferecer a melhor experiência possível. Permanecendo neste site, você concorda com o uso destes cookies. Saiba mais.